Recrutamento em Recife? Aprenda como!

Recrutamento em Recife? Aprenda como!

Recrutamento em Recife

Quais são os passos para obter sucesso no Recrutamento em Recife?

O Recrutamento em Recife é uma mina de ouro, há várias oportunidades e possibilidades valiosas. A região passou por um crescimento acelerado nos últimos anos, assim existem vários talentos – especialmente os recém-egressos da universidade – esperando oportunidades.

Todavia, é preciso atentar-se às peculiaridades desse mercado para poder aproveitar o máximo possível. Conhecer quem são seus futuros talentos, como conduzir seus Processos de Seleção e o cenário econômico da cidade é fundamental.

Conheça o cenário de Recife

 

Entre 2009 e 2019, a cidade de Recife cresceu muito, e ainda é esperado que continue a crescer devido a um Boom de investimentos, como o Polo Automotivo. Há então um panorama interessante: existem mais vagas de trabalho que candidatos qualificados a assumi-las. As empresas encontram dificuldades para completar o quadro de pessoal e mais ainda de reter seus colaboradores.

Outra questão importante é o comportamento dos candidatos frente aos processos de recrutamento e seleção. Em especial os jovens concorrentes a postos de trabalho não se seduzem tão facilmente por altos salários. Vários outros aspectos já são priorizados pelos novos profissionais. Assim, a chave para atingir o sucesso no recrutamento em Recife está na relação candidato-seleção e colaborador-empresa!

 

O candidato do Recrutamento em Recife

 

Uma pesquisa muito bem elaborada pelo Negócio PE mostrou fatos muito interessantes sobre os candidatos da região, especialmente os jovens. Treinamentos e cursos foi o quesito mais apontado (63%) por concorrentes a postos de trabalhos sobre o que as empresas devem oferecer a seus colaboradores. O fato surpreende, especialmente porque o fator benefícios equivalentes aos dos funcionários recebeu apenas 5%.

Outro aspecto interessante é a preferência dos jovens por empresas que oferecem ao estagiário oportunidades de carreira (76.5%). É verificado que o perfil do candidato aponta para o engajamento a longo prazo com a organização. Aquelas que oferecerem expectativa de carreira e desenvolvimento profissional certamente sairão na frente e captarão os melhores talentos.

Além disso, fatores como respeito pelos colaboradores, bom clima organizacional e orientação para o desenvolvimento têm destaque. É fundamental reter: não basta captar talentos! É importantíssimo saber como retê-los – até mesmo para que a concorrência não apareça no meio do caminho e os tome.

 

Veja o que não fazer na relação com os seus futuros colaboradores:

 

1.      Trainees e estagiários… cafézinho?

 

Na hora de contratar esses profissionais, lembre-se que a eles não estão lá nem para servir cafezinho nem para tirar xerox. Veja seu jovem colaborador como seu futuro gestor, o futuro rosto da sua empresa.

Desenvolver esses talentos, engajá-los na cultura da sua empresa –evitando o turnover – e escutá-los é o melhor curso de ação. Tenha em mente que empresas com um corpo profissional engajado produzem até 142% mais!

 

2.      Descaso com a evolução tecnológica

 

O mundo muda, você também deve! A tecnologia aparece em todos os setores, e a empresa que souber como aproveitá-la sai na frente. Usar os recursos tecnológicos para melhorar o engajamento dos seus colaboradores com a sua cultura pode ser uma boa forma de reter seus talentos.

Em especial nos Recursos Humanos, uma onda de evolução apareceu nos últimos anos: o Recrutamento Preditivo, as plataformas de Recrutamento Inteligente e as ferramentas de Gestão de Desempenho são instrumentos poderosos para sua gestão de pessoas! Não os descarte, aproveite-os!

O talento que chegar na sua empresa provavelmente trará uma série de conhecimentos e experiências. Não ignore ou releve, afinal, podem ser informações chave para te levar ao sucesso.

 

3.      Ignorar a importância da Cultura Organizacional para Recrutar em Recife

 

A relação entre o colaborador e a organização deve ser simbiótica, ou seja, ambos os lados devem beneficiar-se. O futuro profissional deve mergulhar na sua cultura e ter um propósito alinhado com o seu negócio.

Garantir que o colaborador não seja apenas bem-sucedido no seu trabalho, mas que ele esteja engajado e feliz no exercício da sua profissão não é tendência mundial à toa! É um caminho primordial!

 

4.      Acreditar que você está sozinho

 

Nessa empreitada, é claro que você não está só. Você sabia que, devido à alta dificuldade em contratar e reter talentos, o Grupo Selpe agora também está em Recife?!

Entre em contato conosco, o prazer será todo nosso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *