O cenário do Trabalho Temporário no Brasil

O cenário do Trabalho Temporário no Brasil

O Trabalho Temporário auxiliando as empresas a enfrentarem as demandas emergenciais.

O que as pesquisas mostram?

De acordo com o IBGE, o Brasil tem hoje 12, 8 milhões de desempregados:

1º Trimestre de 2020: 11,9%

2º Trimestre de 2020: 13,3%  ( dados atualizados em junho deste ano)

As agências de trabalho temporário tiveram um aumento de: 47,2%, para contratos dessa modalidade.

Da mesma forma, existe algo transformador acontecendo e que mudará totalmente as relações de trabalho e passará a fazer parte do tal , “novo normal” ( ou pelo menos até que todos passem a entender, como o mundo passará a agir  até a chegada da vacina). Então, nem tudo está perdido existe uma luz no final do túnel. Esse caminho pode estar ligado a força do Trabalho Temporário em gerar oportunidades.

Mas, antes vamos entender mais…

Qual a relação entre Trabalho Temporário e pandemia?

Demandas emergenciais chegaram junto com a COVID-19. A emergência de mão-de-obra foi sentida, primeiramente por esse segmentos:

  • indústria de suprimentos
  • supermercados
  • hospitais
  • fábricas de EPIs ( equipamentos de proteção individual)
  • logística
  • embalagens
  • álcool em gel (derivados)

Essas empresas estão ampliando seus quadros de colaboradores usando a modalidade de Trabalho Temporário para entenderem o momento e avaliar com segurança o cenário que o mundo está passando.

Por quanto tempo tudo isso vai durar? Ainda não sabemos. Mas que as novas demandas precisam ser atendidas é uma realidade. Para que as estratégias sejam traçadas com segurança, as empresas estão usando dos contratos de Trabalhos Temporários, para suprir as demandas e atender a essa surpresa do excesso de produção para os nichos citados acima.

 

Mas passando a pandemia tudo voltará ao normal, não é?

Imaginem uma empresa de álcool gel que contratou 300 colaboradores por Trabalho Temporário. Somente após o fim do ciclo da pandemia esta empresa vai conseguir ter uma dimensão mais clara do seu quantitativo efetivo de trabalhadores para continuar suas operações de forma efetiva, até lá ela conta com o apoio de sua demanda emergencial com a modalidade de Trabalho Temporário.

O mercado tem usado a flexibilidade que as contratações temporárias oferecem para enfrentar a incerteza desse momento.

Não existe meio mais seguro e rápido de contratar que por meio do Trabalho Temporário, modalidade regida pela Lei 6.019/74. A pandemia tem usado o T&T , como uma maneira econômica de viabilizar empregos e suprir demandas emergenciais.

Tanto é que, em recente pesquisa realizada pela Associação Brasileira do Trabalho Temporário (ASSERTTEM) junto as agências associadas, 47,2% delas afirmaram que, em comparação ao início da pandemia, tiveram ou estão tendo aumento da procura por contratos temporários.   O estudo demonstra ainda que, entre janeiro e junho deste ano, 47,5% das agências credenciadas contrataram mais de 500 trabalhadores temporários para os setores de Saúde, Alimentação, Agronegócio, Indústria e Logística.

Primordialmente, as oportunidades são para atuação em cargos:

  • operacionais (69%), a média salarial varia – R$ 1.045 a R$ 2 mil (75%),
  • administrativos (25%) , a média salarial varia- de R$ 2.001 a R$ 3 mil (22,2%)
  • supervisão (6%) a média salarial varia –  R$ 3.001 a R$ 4 mil (2,8%).

 

Algumas dúvidas dos profissionais que estão buscando oportunidades e desconhecem os direitos com a modalidade do Trabalho Temporário:

  •       “Como estão acontecendo as seleções?”

Com o máximo possível de apoio tecnológico. Chatbots, vídeos, uso de plataformas de vídeo ligações ( Skype, Zoom, Meet…). As entrevistas presenciais e aplicações de testes estão sendo feitas com todos os recursos de proteção necessários para o momento. 

  •       “Quais são os meus direitos com o fim do meu contrato de Trabalho Temporário?”

Saiba que acima de tudo, os direitos de um trabalhador temporário são os mesmo de um trabalhador Celetista , exceção da figura do aviso prévio, pois se trata de um contrato atrelado a uma demanda temporal.

  •        “Meu contrato de T&T está acabando posso ser contratado pela CLT?”

Sim. Esta é uma grande vantagem do Trabalho Temporário. Permite a rápida inserção de novos colaboradores no mercado de trabalho.

 

Portanto, nós do Grupo Selpe esperamos ter ajudado a você que busca uma recolocação e para as empresas que buscam uma  agência empregadora de Trabalho Temporário, deixar claro: busquem locais com suporte jurídico e credibilidade junto ao Ministério do Trabalho.